h1

Chocolate

8 de maio de 2009

Certa noite vi uma linda barrinha de chocolate. Cheguei tão perto dela que senti seu delicioso perfume. E, apesar da vontade, não quis arriscar experimentá-la. Se eu tivesse tentado, sei que cometeria um tolo erro.

Vim embora para casa e o doce perfume dela ainda estava presente na minha roupa e na minha memória. Tentei dormir, pensando se o tolo erro teria sido justamente não ter arriscado. Mas deixei isso tudo de lado e adormeci sonhando com ela.

Acordei com aquele delicioso perfume ainda presente. Atordoado, menos pelo sono e mais pela dúvida, olhei em volta na esperança de vê-la ao meu lado. Mas era apenas a minha memória pregando mais uma das suas estranhas peças. Então, cheio de desejo, resolvi procurar aquela linda barrinha de chocolate. E tudo o que eu sabia a respeito dela, era o nome.

Durante vários dias saí pelas ruas, entrando em todas as lojas possíveis, perguntando se eles a conheciam. Em um mercado, me disseram que jamais ouviram falar naquele nome. Em uma panificadora me chamaram de louco “Ela não existe!”. Mas eu sabia que sim, ela existia. Fui até uma doceria e, então, ouvi aquilo que eu adoraria ouvir:

– Olha, eu a conheço. Mas aviso, vai ser difícil encontrá-la. Esse tipo de chocolate é raro.

– Mas vale a pena. – argumentei.

– Pela procura, deve valer. – me responderam.

– Não. Eu sei que vale. – falei, decidido.

Então, o vendedor me chamou para um canto, querendo me contar o seguinte segredo:

– Vou ser bem sincero contigo.

– Por favor… Seja.

– Muitos já vieram aqui procurando-a. E poucos se aventuraram em continuar.

– Por quê?

– Porque encontrá-la não é difícil. O difícil é consegui-la. Acredite em mim, fui um deles. Fui fraco e desisti. E entenda, ela é muito rara. E justamente por ser rara, poucos são os que têm a audácia de seguir em frente. Mas te dou um conselho: Se realmente a quer…

– Não só quero, como desejo. – falei, interrompendo-o.

– Então se realmente a deseja, não desanime. Vá e arrisque.

Nesse momento, aquela noite voltou à minha mente. Teria eu errado ao não arriscar? Mesmo sem saber, ele respondeu.

– Mas arrisque na hora certa. Porque se errar, irá perdê-la. Afinal ela é…

– Única. – falei, completando a frase dele.

– Sim, pelo que me disseram, ela é única. Então vá e… Boa sorte.

Agradeci, pensando em qual teria sido o motivo dele por ter desistido, já que para mim, fraqueza seria não continuar em sua busca. E eu continuei. Fui em todos os lugares possíveis e imagináveis, sempre tendo respostas negativas que, ao invés de me desanimarem, aumentavam ainda mais a minha vontade de encontrá-la. Até que por fim, senti aquele doce e delicioso perfume novamente. Seria a minha memória me pregando mais uma de suas bobas peças? Não, não dessa vez. Dessa vez, ali estava ela.

– Procurei tanto por você.

– Pois saiba que você não foi o primeiro.

– E sei que não serei o último. A não ser que você queira o contrário.

– Eu nada tenho a querer.

– Mas eu tenho. Quero você.

– Enganam-se os que pensam que as coisas são assim, tão fáceis.

– E o que eu devo fazer?

– Pare de fazer perguntas óbvias, pare de ser tão simplista. Eu não sou assim.

– Eu sei, e por isso vim até aqui.

– Então me mostre que vale a pena ficar aqui falando com você.

E eu mostrei a ela, humildemente, da melhor forma que eu pude. E então, entendi que mais importante do que querer, é buscar. Mais difícil do que buscar, é conseguir. E mais difícil do que conseguir, é finalmente poder experimentar o doce gosto daqueles doces lábios.

A busca foi árdua, mas ir para casa sentindo novamente aquele delicioso perfume e, principalmente, aquele doce gosto daqueles lindos lábios achocolatados, fez tudo isso valer a pena.

Anúncios

2 comentários

  1. Eu bem achei que viraria conto….rsrs
    Tá indo bem… o caminho é o canal =D
    Ps.: por aí uma dica de presenteee…rsrs


  2. espero que não esteja falando do Jú chocolate! haha



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: